21 de abr de 2018

O topo

Um sapo decidiu chegar no topo de uma árvore. Os outros sapos gritaram:
- É impossível! É impossível!
Mesmo assim o sapo chegou ao topo... mas como? Simples! Ele era surdo e pensava:
- Todos estão me encorajando, eu preciso chegar lá em cima!

Se você quer alcançar os seus sonhos, seja surdo para pensamentos negativos.

4 de abr de 2018

Planboard - Planejamento de aulas

Para os professores que gostam de utilizar a tecnologia a seu favor, o Planboard é uma ferramenta online para facilitar o planejamento de aulas ou palestras e organizar melhor suas ideias.

Através de uma tela em forma de calendário e agenda, voltado especialmente para professores, ele permite estabelecer quais tópicos serão abordados em quais momentos do curso, administrar visualmente os projetos que cada turma está realizando e compartilhar estas informações com seus colegas. Apesar da interface estar em inglês, é simples pegar o jeito do programa e testar suas funcionalidades.

O aplicativo também está disponível para celular Android e iOS, onde você pode acompanhar os horários e planejamentos do dia.

27 de fev de 2018

Aceite-se!

"Aceitar-se é confundido com passividade, irresponsabilidade. O conceito é exatamente o inverso, pois quando aceitamos as coisas como são, resgatamos nossa força e nosso poder transformador."

Tirado do livro "Escutando sentimentos: A atitude de amar-nos como merecemos"

25 de fev de 2018

eBook “Como escolher uma profissão”

O Programa Orienta criou um eBook junto com a Prof.ª Laura Cristina Foz Rodrigues Alberto, com o objetivo de ajudar os estudantes a pensar em como fazer uma escolha, levando em consideração a pressão por ser algo que se levará para a vida, que é a escolha da profissão que seria a nossa “vocação”.

Clique na imagem para baixar.

Comunicação e Expressão - Parte 2

Linguagem, em sentido amplo, é qualquer meio usado para a transmissão de uma mensagem, isto é, para comunicar. A linguagem é definda em dois tipos: a verbal (oral ou escrita) com a utilização de códigos (signos) que servem para facilitar a comunicação entre os homens; e a linguagem não verbal, que se define por símbolos ou sinais em forma de desenhos e figuras que servem como ponte para a comunicação sem o uso de palavras.

Língua é um conjunto de signos e de regras de combinação desses signos, que constituem a linguagem oral ou escrita de uma coletividade, é o que permite que a mensagem seja passada de maneira compreensível. Pode ser que a mensagem não seja compreendida totalmente caso não siga as regras previamente estabelecidas. É como escrever uma frase onde as palavras estão fora de ordem e esperar que a outra pessoa entenda exatamente o que se quis dizer. A ação ou a faculdade de utilização da língua denomina-se fala.

Fala é a emissão de determinados sons combinados de modo a transmitir significações à outra pessoa. A fala é um ato individual.

Discurso é a utilização individual da língua. E como cada indivíduo tem uma maneira própria de se expressar, procura selecionar as formas de enunciado que melhor lhe exprimam o gosto e o pensamento. Essa marca, que também distingue um escritor de outro, denomina-se estilo.

Ao produzirmos um discurso, deixamos nele nossa marca, nossa ideologia, nossa filosofia, nossa maneira de encarar o mundo ou determinada situação. O discurso implica, portanto, em elevado grau de quem o produz.

Para ler a Parte 1, clique aqui.

Fontes: Português, Série Novo Ensino Médio, de João Domingues Maia, Editora Ática; e Estudo prático

Cartas de amor

Eu era aluno do Júlio de Castilhos e estudava à tarde (as manhãs, naquela época, estavam reservadas às turmas femininas). Um dia cheguei para a aula, coloquei meus livros na carteira e ali estava, bem no fundo, um papel cuidadosamente dobrado. Era uma carta; dirigida não a mim, mas "ao colega da tarde". E era uma carta de amor. De amor não; de paixão. Paixão fogosa, incontida, transbordante, a carta de uma alma sequiosa de afeto. À qual o jovem escritor não teve a menor dificuldade de responder.

Iniciou-se assim uma correspondência que se prolongou ao ano letivo, não se interrompendo nem com as provas, nem com as férias de julho. À medida que o ano ia chegando a seu fim, os arroubos epistolares iam crescendo. Cheguei à conclusão de que precisava conhecer a minha misteriosa correspondente, aquela bela da manhã que me encantava com suas frases.

Mas... Seria realmente bela? A julgar pela letra, sim; eu até a imaginava como uma moça esguia, morena, de belos olhos verdes. Contudo, nem mesmo os grandes especialistas em grafologia estão imunes ao erro, e um engano poderia ser trágico. Além disto, eu já tinha uma namorada que não escrevia, mas era igualmente fogosa.

Optei, portanto, pelo mistério, pelo "nunca te vi, sempre te amei". A minha história de amor continuou somente na fantasia. Que é o melhor lugar para as grandes histórias de amor.

Autor: Moacyr Scliar

Comunicação e Expressão - Parte 1

A comunicação tem por objetivo transmitir mensagens. A fala não é a única forma de comunicação: o silêncio, olhares, vestimentas, expressões faciais, postura, etc. são comportamentos que comunicam.

Um bombeiro não precisa dizer que é um bombeiro, basta olhar para seu uniforme.

A comunicação ocorre nas situações em que há intenção de comunicar e produzir uma reação ou efeito sobre o outro. No texto "Cartas de Amor" de Moacyr Scliar, numa escola que o período da manhã era reservado às turmas femininas e à tarde às masculinas, uma menina deixou na carteira uma carta de amor para "o colega da tarde". A menina queria comunicar ao rapaz o seu amor por ele, expressando a intensidade dos seus sentimentos através de uma carta, ele leu e entendeu os sentimentos dela: a expressão alcançou os seus objetivos e, portanto, houve comunicação.

ELEMENTOS DA COMUNICAÇÃO

Um texto é uma forma de comunicação que coloca em relação um emissor (que fala ou escreve) e um receptor (ouvinte ou leitor).

- Emissor: Toma a iniciativa de enviar a mensagem. Pode ser individual ou coletivo.
- Receptor: Recebe a mensagem e se responder se tornará também um emissor.
- Mensagem é o conteúdo das informações transmitidas.
- Canal: é o meio que possibilita a transmissão da mensagem. Há o canal visual, como desenhos, escrita, imagens ou animações, e o canal sonoro, como fala, música, etc.
- Código: é a linguagem utilizada, o conjunto de sinais utilizados na comunicação para transmitir a mensagem.
- Referente: representa o assunto contido na mensagem.

Para que haja comunicação, é preciso que o emissor e o receptor utilizem um código conhecido por ambos. A língua é esse código. Uma conversação entre deficientes auditivos só é compreensível por aqueles que conhecem o código gestual particular que eles utilizam para se comunicar. A língua japonesa só é compreensível para quem conhece a língua japonesa.

Uma língua é um código que utiliza um grande número de signos (palavras), com suas regras de combinação (regência, concordância, lugar na frase, seleção das palavras, etc.).

Este código pode utilizar dois canais: o oral (fala/audição) e o visual (leitura/escrita), os quais fazem com que a utilização da língua obedeça às vezes a regras um pouco diferentes.

Há diferenças entre a maneira como falamos e escrevemos. Portanto, existe um código oral e um código escrito.

Código é um conjunto de signos e de regras de combinação destes signos, que nos possibilita criar os elementos de significação.

Nem sempre a troca de informações é bem sucedida. Denomina-se ruído aos elementos que perturbam, dificultam a compreensão pelo destinador, como por exemplo, o barulho ou mesmo uma voz muito baixa. O ruído pode ser também de ordem visual, como borrões, rabiscos etc.

O SIGNO LINGUÍSTICO

Signo é a associação de um significante (sons da fala, imagem gráfica, desenho) e um significado (ideia, conceito mental, imagem mental). No trânsito, por exemplo, uma placa triangulas é signo de perigo.

Para ler a parte 2, clique aqui.

Fontes: Português, Série Novo Ensino Médio, de João Domingues Maia, Editora Ática; e Escola Kids

23 de fev de 2018

Seterra

Seterra é um site que existe desde 1998, que contém jogos de Geografia. Nele você aprende brincando a encontrar países, oceanos, cidades do mundo, bandeiras, entre outros. Para acessar, clique aqui ou na imagem.


Minisebran é um programa gratuito indicado para crianças entre 2 e 6 anos. Contém exercícios simples que ajudam no aprendizado do uso do mouse, teclado, além de cores, números e letras. Para baixar, clique aqui.

Sebran é um programa também gratuito, indicado para crianças a partir de 6 anos. Nele, encontramos exercícios de matemática e português, tais como adição, subtração, multiplicação, mostrar a primeira letra das palavras, jogo da memória com imagens e palavras, forca, entre outros. Para baixar, clique aqui.

20 de fev de 2018

A música de um poema

Em cada poema se guarda uma música.
De cada música se sai um poema.

Palavras iguais exalando melodia.
Notas em cada letra, em cada vírgula.
Tudo em uma só harmonia, com uma só rima.

Escute a música, sinta a letra.
Todas retiradas de um coração,
Pra chegar a todos que sabem acolher a poesia de uma canção.

Autor: Rodolfo Rodrigues
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...