10 de fev de 2011

Xiii, acabou a energia? O que fazer?

Saiba como proteger eletrônicos de apagões e raios na rede elétrica

As quedas de energia estão se tornando cada vez mais rotineiras para o brasileiro. Para diminuir prejuízos e evitar que seus eletrônicos sejam danificados, seja por blecautes ou raios, o consumidor pode tomar algumas medidas simples.

É preciso distinguir as recargas elétricas causadas por raios de eventos sobretensão - quando a energia elétrica da rede está com voltagem acima do normal. O raio, quando atinge a rede, percorre seu caminho até encontrar uma parte aterrada, onde é descarregado. Aparelhos sensíveis, como lâmpadas, computadores, TVs, aparelhos de DVD, de som etc, podem estar no meio desse caminho e acabam danificados, segundo Reinaldo Lopes, professor de Engenharia Elétrica da FEI.

Existem equipamentos eletrônicos já preparados para funcionar em voltagens mais altas (230V, 240V). Mas no restabelecimento da eletricidade pode ocorrer sobretensão, o que danifica eletrônicos que usam voltagens mais baixas do que a recebida durante o evento

Como prevenir?

Quando ocorre um blecaute, o ideal é desligar todos os aparelhos sensíveis não necessariamente da tomada, só desligá-lo no botão já é suficiente para protegê-lo.

A medida também é recomendada em casos de variação da tensão - quando a energia não chega a cair completamente e oscila entre altas e baixas tensões

No caso de descargas elétricas por raios, é recomendável instalar dispositivos de proteção contra surtos de tensão (DPS). Eles ficam junto ao quadro geral de distribuição da residência e descarregam os pulsos através do fio de aterramento. O número de dispositivos que serão instalados depende de cada residência

Também existem DPSs que podem ser instalados diretamente na tomada utilizada por equipamentos sensíveis, como computadores. Além deles, há os no-breaks, equipamentos que protegem contra a sobretensão e tem bateria própria que mantêm o computador ligado

Dica: Quando estiver chovendo e tiver muito relâmpago, não só desligue os aparelhos sensíveis, mas também os cabos de rede (internet) do computador, modem e/ou roteador, às vezes a descarga pode passar por eles e mesmo desligados na tomada podem ser danificados pela carga que chega através deste cabo

E se o eletrônico queimar?

Independente do motivo do blecaute, o consumidor tem direito a pedir o ressarcimento em dinheiro quando tem equipamentos danificados. Uma resolução da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) estipula que a reclamação pode ser feita diretamente à concessionária de energia em até 90 dias. O aparelho quabrado deve permanecer guardado, não tente consertá-lo, ou perderá o direito

A empresa tem então 10 dias para inspecionar o bem danificado. Após o período, a empresa tem mais 15 dias para definir se haverá ressarcimento ou não do valor equivalente ao equipamento. E outros 20 dias para realizar o pagamento

Dicas:
  • Não jogue fora a Nota Fiscal dos aparelhos que você compra, nessas horas pode ser útil!
  • Faça uma pesquisa para saber o valor de seus equipamentos como usados, eles não pagarão o valor de produto novo.
  • Verifique se bate com suas contas, caso não, você pode correr atrás para correção (mas não espere milagres!)

  • "Geralmente, as concessionárias procuram se abster desse pagamento. Mas mesmo que o consumidor tenha a reclamação indeferida, pode procurar o Procon da sua cidade para buscar o ressarcimento, após esgotado o canal coma empresa", explica Carlos Coscarelli, acessor chefe do Procon-SP.

    Parte do texto extraído de:
    tecnologia.uol.com.br
    O restante foi experiência própria. =P

    .

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...