17 de fev de 2009

Regras da vida

(William Shakespeare)

[...] Com o tempo você aprende a sutil diferença entre dar a mão e acorrentar uma alma.
Aprende também que não importa quanto você se importe, algumas pessoas apenas não se importam.
Aprende também que guerreiros não são pessoas especiais, apenas que fizeram o que tinha que ser feito.
Aprende também que não importa em quantos pedaços seu coração foi quebrado, o mundo não pára para que você o concerte.
Aprende que algumas amizades continuam a crescer mesmo à distância.
E que demoram-se alguns anos para se construir confiança e alguns segundos para destruir.
[...] Então não espere que alguém lhe traga flores, plante você mesmo o seu jardim e decore sua alma.
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário